quarta-feira, 15 de abril de 2015

Livro livre para ser lido





Sento em minha cama e olho para a estante de madeira onde guardo meus livros. Muitos livros. Livros que comprei e livros que ganhei. Livros que já li, livros que quero reler, livros que ainda vou ler e livros que talvez eu nunca leia.


Levanto-me, olho todos eles de perto, passo meus dedos por eles. Pego uns dois, abro, cheiro, contemplo. Eles querem ser lidos, foram feitos para isso. Se não forem lidos jamais cumprirão o seu propósito. Penso um pouco sobre isso e me espanto. Eu estou prendendo eles aqui, estou sendo egoísta, tornaram-se objetos de decoração. 





Alguns anos atrás eu conheci o blog Luz de Luma e lá descobri o  BookCrossingBlogueiro. Depois disso comecei a pensar um pouco sobre o quanto eu gosto de ler, sobre o quanto gosto de livros. Pensei também no quanto eu sou apegado a eles. Pensei em compartilhar com o meu próximo os livros e as leituras que tanto gosto. Decidi desapegar e libertar os livros que tenho. Isso também é uma atitude de amor. Compartilhar com o outro algo bom. Um livro e/ou uma leitura que deixa de ser meu e passa a ser nosso. 




Que tal libertar um livro? Que tal compartilhar? Para participar basta ter um livro que queira libertá-lo.

Para saber mais:







2 comentários:

  1. Oi, Pedro!
    Você fez uma crônica para divulgar o BookCrossing Blogueiro... Que máximo!! Muito para se refletir sobre quem tem o poder de trancar um livro na estante e egoisticamente não consegue ao menos emprestar para alguém.
    Obrigada por divulgar o BookCrossing Blogueiro!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luma!
      Agradeço a sua visita aqui no meu blog.
      Obrigado por me apresentar o BookCrossing Blogueiro!
      Beijus e um grande abraço!

      Excluir