sexta-feira, 25 de julho de 2014

Confiar é conhecer




Con-fi-an-ça 1. Sentimento de segurança, de certeza, tranquilidade. 2. Permitir intimidade
Con-fi-ar 1. Ter confiança; ter fé, esperar, entregar-se. 2. Ter esperança (em alguém ou em algo).

Me lembro de quando eu tinha quatro anos de idade e meus pais me deixavam na casa de uns amigos e iam trabalhar, eu passava o dia todo aos cuidados da dona Ana e do seu Zé, meus pais conheciam eles e sabiam que eu estaria sendo bem cuidado. Tenho certeza de que essa confiança que meus pais tinham na dona Ana e no seu Zé não foi adquirida do dia pra noite mas foi resultado de um relacionamento que vinha sendo cultivado há algum tempo. Confiança não se conquista, pois ela não é um prêmio, confiança é um fruto, fruto de um relacionamento bem cultivado, um fruto delicioso.
Assim acontece na confiança que depositamos em Deus que será desenvolvida a medida que nos relacionamos com Ele. Se esse relacionamento for superficial, nossa confiança será tênue. Mas se nutrirmos uma intimidade profunda, com um interesse cada vez maior de conhecê-lo então a nossa confiança será bastante fortalecida no poder da Sua palavra.[1] 

Aqui embaixo está um poema que fiz, um poema que tá virando música, posso ouvi-la em minha mente.

A medida que te conheço
Confio mais em ti
Deixo os meus medos,
dúvidas, anseios, vontades
Pulo de cima desse pé
de manga e caio seguro
em Teus braços, abraços
Como uma criança sorrio
uma risada sonora, gostosa...
Chupo uma, duas mangas
Canto Dó, Ré, Mi Aleluia!
O que me espera amanhã
isso eu não sei, meu futuro
está no Senhor meu Deus
Minhas pernas doem, bocejo...
Estou cansado, com sono...
posso descansar em Ti
me deito, durmo e acordo
tranquilo, Tu estás aqui.

Algumas semanas atrás o pastor Josivan usou uma analogia bem interessante na pregação ao falar a respeito da confiança em Deus. Uma criança está cima de uma árvore e não sabe como descer, o seu pai está lá embaixo no chão e pede a criança que ela pule em seus braços, ele diz que não a deixará cair. A criança não tem medo, ela conhece o seu pai, ela ama o seu pai e é amada por ele. A criança pula e cai segura nos braços do seu pai, os dois dão gargalhadas e se abraçam.
Nós somos a criança e Deus é o pai. Ele nos ama e deu uma grande prova do seu amor (João 3.16) se não acreditarmos que Ele nos ama verdadeiramente, não conseguiremos confiar nEle e ficaremos em cima da árvore sem conseguir descer.

Gosto muito dessa música do Oficina G3..."Vou confiar e me entregar..."






---------------------------------------------------------------------------------------------------
[1]  http://www.artigosecronicas.com.br/confianca-sentimento-a-ser-trabalhado/

Nenhum comentário:

Postar um comentário