sexta-feira, 25 de julho de 2014

Confiar é conhecer




Con-fi-an-ça 1. Sentimento de segurança, de certeza, tranquilidade. 2. Permitir intimidade
Con-fi-ar 1. Ter confiança; ter fé, esperar, entregar-se. 2. Ter esperança (em alguém ou em algo).

Me lembro de quando eu tinha quatro anos de idade e meus pais me deixavam na casa de uns amigos e iam trabalhar, eu passava o dia todo aos cuidados da dona Ana e do seu Zé, meus pais conheciam eles e sabiam que eu estaria sendo bem cuidado. Tenho certeza de que essa confiança que meus pais tinham na dona Ana e no seu Zé não foi adquirida do dia pra noite mas foi resultado de um relacionamento que vinha sendo cultivado há algum tempo. Confiança não se conquista, pois ela não é um prêmio, confiança é um fruto, fruto de um relacionamento bem cultivado, um fruto delicioso.
Assim acontece na confiança que depositamos em Deus que será desenvolvida a medida que nos relacionamos com Ele. Se esse relacionamento for superficial, nossa confiança será tênue. Mas se nutrirmos uma intimidade profunda, com um interesse cada vez maior de conhecê-lo então a nossa confiança será bastante fortalecida no poder da Sua palavra.[1] 

Aqui embaixo está um poema que fiz, um poema que tá virando música, posso ouvi-la em minha mente.

A medida que te conheço
Confio mais em ti
Deixo os meus medos,
dúvidas, anseios, vontades
Pulo de cima desse pé
de manga e caio seguro
em Teus braços, abraços
Como uma criança sorrio
uma risada sonora, gostosa...
Chupo uma, duas mangas
Canto Dó, Ré, Mi Aleluia!
O que me espera amanhã
isso eu não sei, meu futuro
está no Senhor meu Deus
Minhas pernas doem, bocejo...
Estou cansado, com sono...
posso descansar em Ti
me deito, durmo e acordo
tranquilo, Tu estás aqui.

Algumas semanas atrás o pastor Josivan usou uma analogia bem interessante na pregação ao falar a respeito da confiança em Deus. Uma criança está cima de uma árvore e não sabe como descer, o seu pai está lá embaixo no chão e pede a criança que ela pule em seus braços, ele diz que não a deixará cair. A criança não tem medo, ela conhece o seu pai, ela ama o seu pai e é amada por ele. A criança pula e cai segura nos braços do seu pai, os dois dão gargalhadas e se abraçam.
Nós somos a criança e Deus é o pai. Ele nos ama e deu uma grande prova do seu amor (João 3.16) se não acreditarmos que Ele nos ama verdadeiramente, não conseguiremos confiar nEle e ficaremos em cima da árvore sem conseguir descer.

Gosto muito dessa música do Oficina G3..."Vou confiar e me entregar..."






---------------------------------------------------------------------------------------------------
[1]  http://www.artigosecronicas.com.br/confianca-sentimento-a-ser-trabalhado/

domingo, 15 de junho de 2014

Muito mais que o sol







"As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade."  - Lamentações 3:22-23


São 7:15 da manhã, acabo de acordar, o sol acabou de nascer, as misericórdias do Senhor se renovam nesta de manhã, mais uma vez. São 7:16, já estou de pé, sinto um cheiro bom, o café está na mesa, minha mãe me chama "Vem logo!".

Pego meu violão e vou pra igreja ensaiar com os meus manos, já são 8:40, saio correndo.

Uuuuooooooowwwwwwwwww o ensaio foi muito abençoado, muito punk rock. Hoje a noite iremos  tocar em Campos Lindos - GO, é aniversário da JUMCLIN- Juventude Missionária de Campos Lindos, o tema é: "Meu alvo é Cristo". Olha o cartaz aqui embaixo:




Agora são 5 horas e alguns minutos, já estamos a caminho de Campos Lindos, vamos conversando e rindo muito, lá no horizonte vemos o sol dando tchau, "azularanja"[1].

Chegamos! Estamos sendo calorosamente recebidos pelos nossos irmãos e irmãs. Vou falar com o mano Mateus Santiago e ele me cumprimenta dizendo "Cara, gostei do seu tênis, pessoas legais usam tênis como esse!". Começamos a organizar os nossos instrumentos e iniciamos o "Aquecimento Talive", tá fazendo muito frio, as pessoas olham pra gente e começam a rir e a achar estranho, tudo isso porque o "Aquecimento Talive" é o "Aquecimento Talive"! Em seguida somos abençoados com um lanche muito, mas muito delicioso e 'dahora', conheço um pouco mais do mano Mateus que é natural de Cuiabá, a cidade que você não sabe se faz muito calor ou se é muito quente.





O culto foi muito abençoado, adoramos e louvamos o nosso maravilhoso Deus. E pensa que acabou? Ainda comemos canjica, tiramos fotos, conversamos e na hora de irmos embora os irmãos fizeram uma corrente/barreira humana para não sairmos. Estou me sentindo muito feliz! Glória a Deus!

Para ver mais fotos acesse facebook.com/Taliive.

Ahhhhhhhhhh aproveita que você leu até aqui e conheça o trabalho do mano Mateus Santiago ;)
Ele manda um som muito, very dahora. Uma voz abençoada e músicas lindas. Gostei muito!Quem sabe depois a gente se encontra para compor algumas canções.

~>  Mateus Santiago no facebook;
~>  Mateus Santiago no youtube;
~>  Mateus Santiago no iTunes

Escuta aí a música que deu nome a esta postagem ;) :D







---------------------------------------------------------------------------------------------
[1] Daniel Caldeira - Azularanja ( http://youtu.be/UauRPQnhfBc )
Peguei as fotos desta postagem no facebook do Mateus Santiago



sexta-feira, 30 de maio de 2014

Mutirão de Oração pelas Crianças




Mas Jesus chamou a si as crianças e disse: "Deixem vir a mim as crianças e não as impeçam; pois o Reino de Deus pertence aos que são semelhantes a elas. - Lucas 18:16

Uma criança sorri brincando com a outra de pique-pega para se aquecerem. Distante dali outras duas crianças com as mãos sujas de lama brincam de comidinha. Enquanto brincam se esquecem de que estão sozinhas, com frio, aflitas e com fome. Crianças invisíveis aos olhos de quem passa por ali apressado para ir trabalhar, de quem passa por ali com sacolas cheias de compras. Alguns conseguem vê-las mas as suas intenções não são boas, forçam essas crianças a trabalharem, abusam sexualmente delas. Inocentes crianças que perderam os pais, muitas foram abandonadas, crianças que olham a sua volta procurando amor, crianças querendo ser crianças. Como mudar essa situação? 

O provérbio africano diz: “Leva uma vila inteira para formar uma criança.” Um número maior de comunidades no mundo, tanto em países desenvolvidos como em desenvolvimento, precisa compreender este princípio e torná-lo uma realidade. ¹ 

Esse é o nosso desafio: “Como colocar a criança no centro de vida da sua comunidade?”

Nossas crianças precisam de amor. O amor gera atitudes. Está na hora de entrarmos em campo.

Vem aí a 19ª edição do Mutirão Mundial de Oração por Crianças em Situação de Vulnerabilidade Social. O nome é longo e a causa mais extensa ainda! É só lembrar de algumas manchetes atuais: Projeto no Iraque reduz a idade mínima de casamento para xiitas mulheres para 9 anos ou Adolescentes raptadas na Nigéria estão sendo obrigadas a se casar com sequestradores

O mutirão acontecerá entre os dias 6, 7 e 8 de junho (de sexta a domingo) e promete reunir algumas dezenas de milhares de cristãos espalhados por 40 países em intercessão pelas crianças e adolescentes que sofrem qualquer tipo de violência e maus tratos, inclusive aqueles que a mídia não noticia. Serão realizadas marchas de oração, cultos de oração e outras formas especiais de intercessão pelas crianças mais vulneráveis. Há poucos dias da Copa Mundial de Futebol, o mutirão será também um momento importante de intercessão pelas crianças afetadas por grandes eventos mundiais especialmente no que diz respeito à exploração sexual comercial.

De acordo com as Nações Unidas, no mundo hoje, um terço de todos os nascimentos não são registrados, o primeiro e mais básico direito. Além disso, 115 milhões de crianças trabalham em situações perigosas, 61 milhões de crianças em idade do ensino fundamental não vão à escola e 275 milhões testemunham violência doméstica a cada ano. ²


Para saber mais:

~>  Ore pelas crianças vítimas de exploração sexual comercial
~>  Multirão Mundial de Oração
~>  Mãos Dadas
~>  Bola na Rede







-------------------------------------------------------------------------------------------------
1 - http://www.redemaosdadas.org/wp-content/uploads/2014/05/WWP-2014-guiadeoracao.pdf

2 - http://www.ultimato.com.br/conteudo/19-mutirao-mundial-de-oracao-pelas-criancas





sexta-feira, 25 de abril de 2014

Um único parágrafo (uma oração)





Me sinto um pouco muito estranho. Tento entender o que se passa comigo e isso é um pouco muito confuso, pois acabo brigando comigo mesmo. Não consigo permanecer constante. Eu corro, corro e logo me canso, mal consigo respirar, corri menos de cem metros e já estou fatigado. Não me alonguei, não me aqueci, estou usando calça jeans. Essa já é a sexta vez que isso acontece ou será que é a décima primeira? Perdi as contas. Só lembro que da última vez caí e ralei meu joelho, no meu dedo ficou uma cicatriz. Fiquei lá, caído no chão olhando as nuvens e cantando "To the sky" do Owl City, foi difícil levantar, se não fosse a ajuda dEle eu ainda estaria lá. Dessa vez olho novamente para o céu, vejo um sol escaldante que me afoga em seu mar de luz, por um momento sinto minha miopia aumentar exponencialmente, não consigo ver nada, tenho medo, perco a noção de espaço e não sei mais onde estou. Vozes ecoam em minha mente, eu choro mas as lágrimas não saem, estou cansado de correr. Sinto o peso das muitas responsabilidades que assumi, muito pouco eu consigo cumprir, me esqueci que eu não sou um superman, "esqueci que levo tombo como qualquer um, esqueci que levo tombo, esqueci que sou normal, Alguém aqui é normal?"¹ Esqueci que foi Você quem me ajudou a voltar a ficar de pé da última vez, esqueci que Você está sempre comigo. Estou explodindo por fora e por dentro, não sei se vou conseguir, não sei o que fazer, foi fácil fingir que estava tudo bem mas não por muito tempo. Estou no meio de uma tempestade em alto mar, quase que totalmente desanimado, sem esperança e em meio a tanto ruído branco uma voz prevalece, a Tua voz, repreendendo o vento e a fúria da água. Tudo cessa, e me sinto envolvido em um carinhoso e doce abraço, sinto paz, a Tua paz. Abro os meus olhos e vejo a Ti Senhor e "Então lágrimas se confundem ao riso"². Não me sinto mais muito pouco e nem pouco muito, me sinto abundante. Tudo volta a ficar nítido. Coloco minha armadura, me alongo, faço um aquecimento e começo a correr novamente. "Se eu correr é cansaço, se eu parar é preguiça...se for pra correr que seja devagar"³. Corro olhando para Ti. Só Tu és Deus!


Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta,Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus. - Hebreus 12:1-2



Músicas dahora que foram citadas neste parágrafo. Escuta aí ;)
1 -  "Superman" do Fruto Sagrado;
2 -   "Lágrimas" do Oficina G3;
3 -  "Devagar" do Daniel Caldeira
ahhhhhhh tem também "To the sky" do Owl city.




domingo, 9 de março de 2014

Marcos - O pequeno príncipe






No feriado de carnaval deste ano eu fui para um retiro com o pessoal da minha igreja, fomos acampar. Foram quatro dias de muita bênção, quatro dias de alegria e comunhão. Lá eu tive a oportunidade de conhecer o Marcos (o menino da foto acima). Deus me ensinou muitas coisas através do Marcos, através de sua vida, falou diretamente ao meu coração.
Eu tenho dificuldade de me relacionar com as pessoas, especialmente aquelas a que não conheço, ou seja, tenho dificuldade de criar novos relacionamentos. Isso é algo que sempre me preocupou muito, uma barreira que venho pedindo a Deus que me ajude a superar, a minha timidez. A resposta veio com o Marcos, um menino de 14 anos. Ele se aproxima de todos a sua volta sem segundas intenções, sem preconceitos, com a pureza de uma criança, querendo apenas alguém para brincar com ele, querendo fazer um novo amigo. Todos se tornaram amigos do Marcos inclusive eu.
Em uma certa manhã eu estava conversando com o mano Jhonatha quando o Marcos se aproximou com uma bola pedindo que nós jogássemos com ele, eu não estava com muita vontade e disse que mais tarde jogaria com ele. Ele ficou me olhando e quando pensei que fosse embora ele jogou a bola pra mim, peguei a bola e devolvi, ele jogou para o Jhonatha e este jogou de volta pra mim, ficamos jogando a bola um para o outro e quando percebi já estava me divertindo jogando bola com os dois.
Assim como um certo aviador aprendeu muitas coisas com o Pequeno Príncipe eu aprendi com o Marcos. Marcos irá crescer mas sua mente será sempre a mente de uma criança. Alguns chamam isso de deficiência mas eu não vejo assim, e creio que Deus também não vê assim, pois Deus vê o coração e o coração do Marcos é como o de uma criança. Aquele menino me fez lembrar e realmente compreender a importância de ser como criança.


 "E traziam-lhe também meninos, para que ele lhes tocasse; e os discípulos, vendo isto, repreendiam-nos.  Mas Jesus, chamando-os para si, disse: Deixai vir a mim os meninos, e não os impeçais, porque dos tais é o reino de Deus. Em verdade vos digo que, qualquer que não receber o reino de Deus como menino, não entrará nele." - Lucas 18. 15-17





quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Quedas na subida




Navegando pelo site da revista Ultimato encontrei uma preciosidade: A boa e velha poesia de Leontina Novaes.

Quedas na Subida(maio, 1974)
E na subida santa rumo ao Amado
Que as muitas quedas costumam acontecer.
Quem já está com o pecado conformado,
Não tem escala mais ínfima prá descer.
É na subida santa rumo à perfeição,
Que as quedas mais frequentes aparecem.
Para quem se banqueteia no pecado,
Coisas como “quedas” não se reconhecem.
Enquanto vamos escalando altivamente,
Cuidemos atentos: quem tem muita firmeza
De estar no topo fica conformado,
Sentindo-se mui seguro e deslumbrado
Com seu próprio estado de “grande fortaleza”:
Ali, a queda mais depressa é certeza!

"Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!" - 1 Coríntios 10:12


Imagem do site www.niclevicz.com.br

domingo, 26 de janeiro de 2014

"Reunião-ensaio", Compartilhar e Oficinaaaaaaaaaaa G3







Ontem (25/01) eu e os meus irmãos da banda Talive tivemos uma "reunião-ensaio" abençoado. Nos divertimos, tocamos, adoramos a Deus, dançamos, criamos, compartilhamos experiências e lemos a palavra de Deus. Lemos e meditamos sobre o texto que se encontra em João 6.1-15 que fala do milagre da multiplicação de pães e peixes. Um milagre que demonstra o poder criador de Cristo. Lendo esse texto me veio a mente a palavra compartilhar e foi sobre compartilhar que conversamos na "reunião-ensaio" da banda.
Quando compartilhamos algo, por mais pequeno que seja esse "algo" ele se torna grande quando nós o compartilhamos com alguém que amamos. E quem é esse alguém que amamos? uoooooooowwwwww é o nosso próximo, seja ele amigo ou inimigo, conhecido ou desconhecido. O men
ino tinha pouco, só cinco pães e dois peixinhos (Jo 6.9) mas esse pouco nas mãos de Jesus se tornou muito e alimentou uma multidão. Não é preciso fazer muito é preciso colocar muito de nós no pouco que fazemos, se doar com e por amor e entregar nas mãos do Mestre. Não sabe o que compartilhar? Peça orientação a Deus, peça a Ele que te ajude a usar a criatividade que Ele te deu. ;) :D

Deixo aqui embaixo um vídeo e um trecho da música "Compartilhar" do Oficina G3, uma banda que gosto muito.

"Compartilhar, partilhar do choro e a alegria
Compadecer, padecer da dor que se fez minha"